Possível passo para aliança em 2022 Lula e Alckmin se reúne em jantar

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Alckmin se reuniu com outro possível aliado em 2022, o deputado federal Marcelo Freixo (PSB).

crédito: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido) terão, neste domingo (19), o primeiro encontro público desde que se iniciaram as conversas em torno de uma possível aliança entre os dois nas eleições de 2022.

.

Ambos comparecerão a um jantar do grupo de advogados Prerrogativas. O evento deve reunir cerca de 500 pessoas em um restaurante de São Paulo (SP) e também contará com lideranças de partidos como PC do B, PSB, PSD, MDB, Rede e Solidariedade, além de juristas críticos à Operação Lava Jato.

.

Na manhã de domingo (19), Alckmin se reuniu com outro possível aliado em 2022, o deputado federal Marcelo Freixo (PSB). Ambos podem se tornar colegas de partido, já que o PSB é um dos destinos mais cotados para o ex-governador paulista desde que ele confirmou a sua desfiliação do PSDB.

.

Nos bastidores, têm avançado as conversas para que Geraldo Alckmin seja candidato a vice-presidente da República na chapa encabeçada por Lula. As costuram irão depender de qual partido o ex-tucano vai escolher para se filiar, anúncio que deve ser feito no início de 2022.

.

Além do PSB, já foi ventilada a possibilidade de Alckmin se juntar às fileiras do Solidariedade, partido comandado pelo deputado Paulinho da Força, que já declarou apoio a Lula nas próximas eleições.

.

Porém, Geraldo Alckmin segue sendo cortejado pelo PSD, partido de Gilberto Kassab. Neste caso, o cenário mais provável é que ele seja candidato ao governo de São Paulo, estado que governou por 13 anos.

.

Publicamente, tanto Lula como Alckmin falam com reservas sobre a possibilidade de compor uma mesma chapa na corrida ao Planalto. Ambos já foram adversários em uma eleição presidencial, em 2006, quando o petista se reelegeu após derrotar o ex-tucano no 2º turno.

.

Fonte: https://www.otempo.com.br/politica/jantar-reune-lula-e-alckmin-em-possivel-passo-para-alianca-em-2022-1.2586481