Orquestra Ouro Preto e Pigmalião apresentam “Um Conto de Natal” em Mariana

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Concerto será dia 18 de dezembro, em formato híbrido, com transmissão ao vivo no YouTube e público presencial na cidade de Mariana (MG)

A literatura, a música e o teatro de marionetes se unem em um espetáculo emocionante para toda a família. A Orquestra Ouro Preto e o Grupo Pigmalião – Escultura que Mexe apresenta “Um Conto de Natal”, dia 18 de dezembro, sábado, às 18h, em formato híbrido. O concerto será transmitido ao vivo pelo canal da Orquestra no YouTube e contará também com a presença do público, no Cine Teatro Mariana, na cidade de Mariana. A apresentação segue todos os protocolos de segurança sanitária, os ingressos são gratuitos e serão distribuídos na bilheteria do teatro, uma hora antes do evento.

            Patrocinado pelo Instituto Cultural Vale, o espetáculo conta com a regência inusitada do Maestrinho, um boneco em miniatura do Maestro Rodrigo Toffolo que cede seu lugar de regente ao boneco para assumir o lugar de narrador. O Maestro, por sua vez, ganha o papel de narrador da história, guiando músicos e atores pelas linhas de Charles Dickens. A história se passa nas noites de Natal de um homem solitário e avarento. O rabugento Sr. Ebenezer Scrooge recebe a visita inesperada de seu sócio e, a partir desse encontro, ele visita os natais de seu passado, de seu presente e de seu futuro. 

            O espetáculo é a junção de duas obras icônicas da história da literatura e da música: “Um Conto de Natal”, de Charles Dickens, e o “Concerto feito para a Noite de Natal”, do compositor italiano Arcangelo Corelli. A montagem utiliza técnicas de marionetes de fio, bonecos bidimensionais conhecidos como “patins” e efeitos de sombra, tudo isso sob a direção de cena de Eduardo Felix do Grupo Pigmalião. Construídos ao longo da trajetória do grupo, os bonecos integram a coleção “Trupe da Corda Preta”. 

            Para o Maestro Rodrigo Toffolo, o espetáculo reafirma a versatilidade dos concertos da Orquestra. “É um projeto muito bonito que mostra um pouco dessa ousadia que a Orquestra Ouro Preto tem feito nos últimos anos, de adaptar e unir várias manifestações artísticas em uma obra. Os acordes dos violinos, violoncelos e demais instrumentos irão se unir ao teatro de bonecos em um espetáculo cheio de simbolismos, feito especialmente para ser assistido em família”, destaca.