Empresários recebem selo de “Empresa Cidadã’ por apoio ao ProJovem

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Evento marcou a inserção de jovens do ProJovem no mercado de trabalho e entrega de selo às Empresas Cidadãs.

Em evento realizado no Centro de Convenções, a Prefeitura de Mariana, por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico e Desenvolvimento Social e Cidadania, receberam as empresas cadastradas no Programa Projovem. Durante o encontro, os empresários receberam o selo “Empresa Cidadã”. Os 60 primeiros jovens selecionados serão encaminhados para atuar nos estabelecimentos cadastrados. A medida faz parte do Plano de Desenvolvimento e Recuperação Econômica e vem de encontro ao atual momento vivido em Mariana devido a pandemia da Covid-19.

No total, 200 jovens participam do programa. Os 120 integrantes que não iniciarão, permanecem desenvolvendo trabalhos nas repartições públicas e serão encaminhados à medida em que novos empreendimentos sejam cadastrados junto à Prefeitura de Mariana.

Durante o período de cadastramento das empresas, os integrantes do Projovem, antigo Jovem Aprendiz, passaram por capacitações. Yuri dos Santos, representante dos demais jovens, esteve presente no evento e agradeceu o aprendizado prévio. “Passamos por diversos cursos e recebemos orientações muito importantes. Como se portar, como tratar um cliente, como se vestir adequadamente e várias outras coisas. Foram 30 dias fundamentais, que nos ajudou não somente na vida profissional, mas também refletiu em nossa vida pessoal. Os profissionais elevaram a nossa autoestima e também nossa forma de pensar”, afirmou Yuri.

Além do preparo, os integrantes do Projovem terão, ao longo de 12 meses, a disponibilização de dezenas de cursos. Durante quatro dias, as atividades serão realizadas nas empresas e em um dia na semana eles serão encaminhados para atividades profissionalizantes e educacionais.

Lançado em maio, o programa compõe os dez projetos que fazem parte do Plano de Desenvolvimento e Recuperação Econômica do município. A prefeitura arcará com as despesas dos jovens, como salário e cursos. A medida garante aprendizado, trabalho em equipe, eficiência e carga profissional. Além desse incentivo e apoio aos jovens em sua primeira inserção no mercado de trabalho, o programa garante, também, a mão de obra, de forma gratuita, aos comerciantes locais que estejam aptos a receber os integrantes.             Além do vínculo profissional e cursos profissionalizantes, serão aplicados testes vocacionais para levar o jovem a expressar seus gostos e interesses, reconhecendo e aprimorando suas habilidades. Todo processo será acompanhado por uma equipe multidisciplinar, composta por assistentes sociais, psicólogos, professores, dentre outros, garantindo todo suporte aos integrantes.