Cidades que finalizaram a imunização de adultos terão que repassar doses

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Secretário de Saúde de MG ressaltou que as cidades que finalizaram a imunização de adultos terão, obrigatoriamente, que informar o fato à SES-MG.

Minas Gerais recebeu no último dia 15 o 51º lote de imunizantes contra a COVID-19 enviado pelo Ministério da Saúde. As 112.320 doses da Pfizer desembarcaram no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, às 12h35. Após serem retiradas pelo governo de Minas, os imunizantes foram transportados para a Rede de Frio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG), no Bairro Gameleira, Região Oeste de Belo Horizonte. De lá, eles serão distribuídos às 28 Unidades Regionais de Saúde (URSs).

O recebimento desta nova remessa marca o início de uma nova medida de distribuição de vacinas no território mineiro. A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou, na terça-feira (14/9), que vai remanejar doses de CoronaVac em cerca de 400 municípios que já completaram a vacinação de adultos com a primeira dose contra COVID-19. “”A SES-MG está conversando com cada cidade, cerca de 404 municípios que já imunizaram pessoas de 18 anos, de forma formal, outras cidades não oficializaram para secretaria. A intenção é redistribuir Coronavac que está parada para municípios continuarem a imunização. Este imunizante não pode ser usado nem para reforço nem para adolescentes”, explicou Fábio Baccheretti. O objetivo, segundo o secretário Fábio, é equalizar a cobertura vacinal da chamada D1 em todo o estado. Durante coletiva de imprensa realizada ontem, o gestor da pasta ressaltou que as cidades que finalizaram a imunização de adultos terão, obrigatoriamente, que informar o fato à SES-MG. 

Caso haja sobra de unidades da CoronaVac, o material deve ser entregue às 28 unidades de saúde para rearranjo entre as prefeituras que ainda não completaram o esquema vacinal de adultos. Com a decisão, o estado conta poder direcionar cerca de 650 mil vacinas produzidas pelo laboratório Pfizer, recebidas esta semana, para aplicação da dose de reforço em idosos acima de 70 anos que completaram o esquema vacinal há seis meses, em pessoas imunocomprometidas e em adolescentes.

Dados do vacinômetro do estado, de janeiro até agora, Minas teve um total de 14.096.917 de aplicações de primeira dose e 6.366.590 aplicações de segunda dose dos imunizantes. Outras 481.665 receberam a dose única da Janssen.