Cemig investe mais de R$6 milhões na modernização de escolas públicas

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Até 2022 todas as instituições públicas estaduais na área de concessão da Cemig sejam contempladas com as melhorias.

Com o retorno gradual das aulas presenciais e o avanço da vacinação contra a Covid-19 no país, milhares de alunos da rede pública estadual de ensino em Minas Gerais estão encontrando um ambiente mais iluminado, agradável e eficiente. Isso é resultado do investimento da Cemig na modernização do sistema de iluminação das escolas públicas do estado.  

Somente no primeiro semestre deste ano, a companhia investiu cerca de R$ 6,3 milhões na substituição de aproximadamente 170 mil lâmpadas ineficientes por outras de LED em 593 instituições de ensino da rede estadual, por meio do Projeto Cemig nas Escolas.   

A ação, que integra o Programa de Eficiência Energética (PEE) da companhia, é responsável por garantir um consumo mais eficiente e econômico, reduzindo o desperdício de energia e os gastos públicos. Em média, são substituídas aproximadamente 300 lâmpadas por escola.  Com este projeto, a companhia estima uma economia de cerca de 50% no consumo da iluminação em cada instituição beneficiada, além de melhoria na qualidade da luminosidade e redução de custos com manutenção e compra de lâmpadas.    

De acordo com Fernando Queiroz, coordenador do Projeto Cemig nas Escolas, as novas lâmpadas têm durabilidade superior e diminuem os custos de manutenção das escolas. “Antes do Cemig nas Escolas, as instituições da rede estadual de ensino faziam trocas constantes de reatores e das lâmpadas. A substituição dos equipamentos elimina essa necessidade. Além disso, a nova iluminação vai dar mais conforto aos alunos e professores quando as no retorno das atividades presenciais após a pandemia da Covid-19 “, explica.                 

Os investimentos da companhia com o Projeto Cemig nas Escolas devem alcançar, entre o quinquênio 2018-2022, mais de R$ 43 milhões, considerando a modernização da iluminação de todas as escolas estaduais dentro da área de concessão da companhia e, ainda, a implantação de 125 microusinas fotovoltaicas em instituições de ensino da Região Metropolitana de Belo Horizonte.