52º Batalhão lança Operação “Filhas de Minas”

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Operação lançada em todo Estado comemora os 40 anos de inclusão das mulheres na PMMG

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) lançou na manhã desta quarta-feira, dia 1º de setembro, a Operação “Filhas de Minas”, em comemoração aos 40 anos de inclusão das mulheres na Instituição. Na área de recobrimento do 52º Batalhão de Polícia Militar (52º BPM), o lançamento foi realizado na Praça Tiradentes, em Ouro Preto, cidade sede da Unidade, seguindo os protocolos sanitários referentes à prevenção a Covid-19.

Com a presença do Comandante do 52º Batalhão, Tenente-Coronel PM Joilson Fernandes Bittencourt, a Operação foi lançada pela Comandante da 239ª Cia PM do 52º BPM, de Mariana, Capitã PM Maria Marta Guido de Lima. “Essa data marca uma história de conquista institucional diária, uma história em movimento. É uma data especial e marcante para comemorar, relembrar, valorizar o público interno feminino e demonstrar à comunidade a importância das Policiais Militares na promoção da paz social. E tão importante como estar na Polícia Militar é sermos exemplo para outras mulheres, com muito ainda a contribuir para a comunidade”, ponderou a Capitã PM Marta.

Durante a Operação “Filhas de Minas” foram realizadas ações e operações de prevenção e repressão qualificada, ao longo de todo o dia, visando à melhoria da sensação de segurança e a redução do medo do crime em todo Estado. O Comandante do 52º Batalhão, Tenente-Coronel PM Joilson, afirmou que “a mulher trouxe força e leveza para a Instituição, um olhar mais humanizado, mas ao mesmo tempo firme, conforme é preciso nas ações da Polícia Militar”. Segundo o Tenente-Coronel, na Polícia mineira não há diferenciação no empenho das atividades das policiais femininas em relação aos policiais masculinos. “Há guarnições compostas só por mulheres, guarnições mistas, temos policiais femininas que comandam Seções Administrativas, Pelotões e também Unidades Operacionais. E o que podemos constatar é que a inclusão das mulheres na Polícia Militar de Minas Gerais, em 1981, e ao longo desses 40 anos, representa um ganho muito expressivo, tanto para a Instituição, como para toda a sociedade”, concluiu o Comandante do 52º BPM.

Você está satisfeito(a) com os serviços oferecidos pelo SAAE?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Clique aqui para votar