Atingidos de Mariana terão nova chance para reaver danos após tragédia da Samarco

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Sistema Simplificado de Indenização será ativado a partir do dia 27 de setembro.

Após o rompimento da barragem de Fundão em novembro de 2015, atingidos de Mariana travaram uma luta para compensação dos bens perdidos e da impossibilidade de manterem o sustento devido aos danos causados pela tragédia.

Depois de negado o direito daqueles que protocolaram junto a Fundação Renova agora os solicitantes terão nova chance de reaver os danos perdidos. Advogados de Mariana se uniram e ajuizaram uma ação na Décima Segunda Vara Federal e todas aquelas pessoas que tiveram negativa em suas solicitações junto à Fundação até o dia 30 de abril de 2020, poderão realizar novamente a tratativa através da plataforma Novel, na busca dos seus direitos anteriormente negados.

Em entrevista ao Jornal Ponto Final os advogados Cristiano Henrique de Oliveira, Fabiano Cezar Lopes Rodrigues e Pytcher Cordeiro Fontes explicaram que o novo mecanismo para os danos causados é uma vitória da comunidade atingida. “Em razão de termos percebido que na Bacia do Rio Doce inúmeras categorias já haviam sido reconhecidas pela nova forma de indenização, que é o NOVEL trazido pelo juiz da Décima Segunda Vara Federal, em que lá quase 30 mil pessoas já foram indenizadas num prazo de quase oito meses, enquanto que na cidade de Mariana o epicentro de todo problema, percebemos que não chegou a 5 mil pessoas em que pese todo o esforço do Poder Judiciário”.

Cristiano explicou que sempre houve dificuldade em resolver questões envolvendo as indenizações. “Sempre encontrando muita dificuldade por parte das empresas, nós então entendemos por nos unirmos e ajuizarmos uma ação na décima vara federal para justamente abrir para Mariana uma plataforma, uma alternativa para que as pessoas possam optar ou não pelo ingresso no novo meio indenizatório e graças a Deus fomos muito felizes e agraciados quando Mariana completou no mês passado seus 325 anos, o presente chegou agora para os impactados e atingidos. Não é uma vitória dos advogados, é uma vitória da Comissão dos atingidos de Mariana e da comunidade com um todo”.

A entrevista completa pode ser conferida no canal do YouTube do Jornal Ponto Final.