Secretário de OP rebate declaração do prefeito Juliano sobre vacinas

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Felipe Guerra rebateu as declarações e afirmou que não se trata de uma disputa e que não há como burlar as plataformas oficiais do governo.

Após questionamento feito por cidadão marianense, sobre a diferença na quantidade de vacinas recebidas por Mariana e Ouro Preto em uma live realizada pelo executivo onde foi apresentada o plano de retorno presencial das aulas no município de Mariana, houve uma indisposição entre as cidades de Mariana e Ouro Preto devido uma declaração feita pelo secretário de saúde, Danilo Brito e o prefeito Juliano Duarte.

O prefeito explicou que havia enviado um questionamento à secretaria do estado. “Nós não concordamos com o número de vacinas que foi enviado para o município de Mariana. Formalizamos um questionamento à Secretaria Do estado de Saúde, e aguardamos uma resposta formal. Não posso dar certeza absoluta, mas a nossa suposição é que Ouro Preto possa ter aumentado o quantitativo populacional para receber um número maior de doses, como de fato recebeu…”, disse Juliano Duarte. 

Segundo Danilo, “em relação à essa diferença de dose, Ouro Preto não sabe por qual motivo, lançou que a estimativa deles de trabalhadores de indústria deu 29 mil pessoas. Pra mim, deve ter sido algum erro de digitação ou alguma coisa, porque 29 mil pessoas é a metade da população de Ouro Preto” explicou.

O secretário de governo de Ouro Preto, Felipe Guerra, rebateu as declarações a afirmou que não se trata de uma disputa e que não há como burlar as plataformas oficiais do governo. “O número dessas doses enviadas pelo Estado ao município é determinada única e exclusivamente pelo Estado baseado nos cálculos populacionais registrados em plataformas oficiais do governo. Então não há a menor possibilidade de superestimar a população com o intuito de receber mais doses. O Estado tem os mecanismos de controle eficientes para isso, caso contrário, seria muito mais fácil para todo e qualquer município, burlar esse sistema. Nossa única e exclusiva intenção é de imunizar o máximo de nossa população o mais breve possível, esse é o grande objetivo de Ouro Preto. É a única solução não só para a saúde, mas também para a nossa economia. Proteger toda a nossa microrregião deve ser uma tarefa compartilhada entre os gestores municipais. Além disso, temos total compromisso com a transparência das informações para todos ouro-pretanos. Aqui, o nosso tom não é e nunca foi de disputa. Estamos à disposição para contribuir com as estratégias de vacinação junto às outras cidades para que juntos possamos avançar e proteger toda a população. Afinal, o próprio Estado delimita a saúde de microrregiões e a nossa microrregião engloba Ouro Preto, Mariana e Itabirito”, afirmou o secretário.

O secretario afirmou que nunca houve tom de disputa com Mariana e atribui as declarações do executivo de Juliano como mal assessoramento. “Acho que o prefeito Juliano foi muito mal informado e mal assessorado, continuamos aqui sem vaidades, sem confronto nenhum e sem nenhuma disputa”, disse Felipe Guerra.            

Entramos em contato com o executivo para uma posição a respeito e até o fechamento desta edição não obtivemos resposta.