Após solicitação de moradores, Fonte da Glória passa por revitalização

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

A fonte da Glória ainda é usada pelos moradores locais e visitantes, e ajuda a manter viva a memória desta parte da história.

A pedido da comunidade, a fonte da Glória, localizada na Rua Dom Veloso, no centro de Passagem de Mariana, passou por reformas em quase toda sua estrutura. O local é um dos monumentos mais antigos de nosso município. A prefeitura de Mariana, junto à Subsecretaria de Gestão Urbana (SGU), realizou nos últimos dias a obra que restaurou os telhados e pisos do local.

A reforma trouxe também uma nova via de acesso ao ambiente, com o intuito de garantir mais segurança aos moradores e visitantes, uma vez que a antiga entrada levava diretamente à rua, apresentando riscos de acidente. O novo acesso alternativo foi construído na lateral da fonte e com rampas e corrimões de acessibilidade, permitindo o acesso de todos ao local.

A obra foi concluída após uma nova pintura nas paredes e aplicação de verniz na estrutura do telhado. O local se encontra aberto para visitações.   A fonte traz em lembrança o ouro e a época em que quase toda nossa região era feita por minas. Ela está aqui desde antes de Dom João dar o nome de sua amada Maria Ana D’Áustria à cidade.

A história é contada da época em que a fonte e a Igreja Nossa Senhora da Glória não eram separadas pela pista que liga Mariana a Ouro Preto. Ainda como nascente, decidiram construir um canal na lateral para que as pessoas pudessem usá-la para lavar roupas. Surgiu, então, a necessidade de fechar o ambiente para maior proteção das lavadeiras. Tempos depois, descobriram que a água era pura para consumo e, então, foi ainda mais reconhecida. A fonte foi, desde sempre, importante e útil, não só aos moradores locais, mas para toda região.

Hoje, a fonte da Glória ainda é usada pelos moradores locais e visitantes, e ajuda a manter viva a memória desta parte da história. O patrimônio faz também a diferença ao oferecer água pura e gratuita.