Vídeo feito por cidadã denuncia médico marianense por negligencia em atendimento

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Município abriu processo administrativo para investigação do atendimento e conduta adota pelo médico.

Um vídeo publicado nas redes sociais no último dia 11, denuncia um médico de Mariana, que teria pedido que um paciente com sintomas de COVID fizesse o teste apenas sete dias após a consulta.

As imagens, gravadas por uma mulher que não foi identificada, mostram ela no consultório médico pedindo satisfações ao especialista. “Eu vim devolver esse papel que você deu para o meu marido para fazer teste daqui sete dias. Eu fui em Ouro Preto, ele fez o teste agora e deu positivo”, afirma ela mostrando o possível pedido de exame.
Ela ainda afirma que o companheiro estaria com sintomas há quatro dias. ”Você dá um teste para uma pessoa que está com sintomas há quatro dias, para daqui sete dias, para contaminar ‘meia’ Mariana?”.
            O caso foi publicado no Twitter por uma médica epidemiologista.

Em nota a prefeitura de Mariana afirmou que a secretaria de saúde segue todas as diretrizes impostas pela secretaria de saúde do Estado de Minas Gerais e abrirá um processo administrativo para apurar o atendimento em questão. “A Prefeitura de Mariana, por meio da Secretaria de Saúde, se pronuncia a respeito de um vídeo veiculado nas redes sociais sobre o atendimento de Covid-19, realizado na Policlínica Municipal. Importante frisar que desde a declaração da pandemia do coronavírus, em março de 2020, o município segue as diretrizes ditadas nos Protocolos do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais, no que tange à testagem e confirmação do diagnóstico, seja através de exames laboratoriais, exames de imagem e/ou análise clínico epidemiológica dos casos. O município oferta à população testes de anticorpos (IGM e IGG), teste de rápido de antígeno e exames com a metodologia RT-PCR, sendo já realizados mais de 70.000 testes. O Secretário de Saúde está em contato direto com a família envolvida na postagem, e assim como ele, o Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde – COVID-19 se encontra à disposição e um  processo administrativo será aberto para apurar as circunstâncias envolvidas no atendimento” finalizou.