Covid-19: Prefeitura de Mariana afirma que não teve nenhuma aplicação de vacina vencida

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) informou que irá se posicionar sobre o fato na próxima semana por meio de Comunicado Oficial, pois a causa mais provável é um erro do sistema SI-PNI.
De acordo com a Prefeitura de Mariana, o município não aplicou nenhuma dose vencida.

Nesta sexta-feira (02), foi divulgado que milhares de doses de vacinas contra a covid-19 da AstraZeneca foram aplicadas fora da validade em 1.532 municípios do Brasil. Na publicação da página do Jornal Folha de S. Paulo, Mariana foi citada com 2 dessas doses aplicadas.

De acordo com a Prefeitura de Mariana, o município não aplicou nenhuma dose vencida. “Um ponto relevante da publicação é a divulgação da aplicação de 2 doses de vacinas vencidas no município de Mariana, sendo que os frascos são multidoses (10 doses), com validade de 6h após sua abertura, o que não justifica a aplicação de somente 2 doses de maneira errada, visto que ao abrir o frasco o mesmo é utilizado em sua totalidade”, afirma a Prefeitura de Mariana.

Confira na íntegra a nota de esclarecimento da Prefeitura de Mariana:

“A Prefeitura de Mariana, por meio do setor de Imunização da Secretária de Saúde, esclarece sobre a notícia publicada na página do Jornal Folha de S. Paulo na data de 02 de julho 2021, sobre a administração de vacinas vencidas contra a Covid-19, em todo o país.

O município recebeu na data de 01 de fevereiro 2021, o total de 560 doses deste lote de vacinas (412OZ005) que consta validade até a data de 14 de abril de 2021, conforme nota fiscal nº 9099011 e especificações das embalagens.

Em 14 de abril 2021, data limite para a utilização das doses, o município já não tinha mais o imunizante para disponibilização, pois o mesmo já havia sido cedido entre os dias 06 de fevereiro de 2021 e 22 de fevereiro 2021.

A Central de Imunização sempre que recebe imunizantes verifica as datas de fabricação, data de validade, e confere todas as informações com a nota fiscal fornecida pelo Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG).

Um ponto relevante da publicação é a divulgação da aplicação de 2 doses de vacinas vencidas no município de Mariana, sendo que os frascos são multidoses (10 doses), com validade de 6h após sua abertura, o que não justifica a aplicação de somente 2 doses de maneira errada, visto que ao abrir o frasco o mesmo é utilizado em sua totalidade.

Após o recebimento da notícia, foi realizado levantamento de todos os 560 indivíduos imunizados com o lote supracitado e para retirada de possíveis dúvidas da população de Mariana, a Central de Imunização se prontifica a verificar os cartões de vacina dos usuários contemplados com este lote.

Mediante tal fato, foi aberto diligência ao Sistema de Informação do Ministério da Saúde, utilizado para registro exclusivo dos imunizantes contra à Covid-19 para apuração da informação divulgada.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) informou que irá se posicionar sobre o fato na próxima semana por meio de Comunicado Oficial, pois a causa mais provável é um erro do sistema SI-PNI.”