Brasil registra nova variante do coronavírus no estado do Rio de Janeiro

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

A linhagem foi denominada P.5, mas não se sabe se é mais transmissível.

Brasil registrou no estado do Rio de Janeiro uma nova variante da Covid-19. A informação foi divulgada na última terça-feira (22).

A CNN ouviu o secretário de estado de Saúde (SES-RJ), Alexandre Chieppe, que explicou que o primeiro caso foi identificado na cidade de Porto Real, no sul fluminense. “Ela não me parece ser agressiva. O paciente está bem, em casa e a SES não tem informação se ele contraiu o vírus em viagem”, disse Chieppe.

Outras cinco pessoas no Rio teriam tido a variante, sendo cinco em Porto Real e uma em Barra Mansa. 

Nomeada como P.5, a linhagem tem a mesma estrutura da cepa original, porém sofre mutações no spike, como é conhecida a coroa do vírus que se liga à célula. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). “Dezenove casos da mesma variante já foram localizados no estado de São Paulo e, até o momento, não é possível afirmar que ela seja mais letal ou transmissível”, informou a secretaria, em nota.

A descoberta ocorreu graças ao monitoramento genômico da Rede Corona-Ômica-RJ. O estudo faz parte de uma parceria entre Secretaria de Saúde, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), o Laboratório de Virologia Molecular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o Laboratório Central Noel Nutels, da Fiocruz, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro e Fundação Getúlio Vargas (FGV).            

Os dados do monitoramento mostram ainda que a linhagem P.1 (Brasil) continua sendo a mais frequente. Além disso, registrou uma baixa frequência da VOC B.1.1.7 (Reino Unido) e o declínio da P.2, desde novembro do ano passado.