Jovem marianense é destaque em jornal paulista em Moji das Cruzes

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Entre dificuldades e a necessidade de continuar os estudos, Ryan enxergou no design gráfico uma oportunidade de sustento.

O design gráfico é um dos que está em expansão mesmo diante da crise. Inclusive, o mercado carece de profissional qualificado para atender indústrias, comércios e startups.

Por ser uma área bastante específica e ligada principalmente com a criatividade, a rotina de um designer gráfico é bastante dinâmica, onde ele precisa se organizar para debater ideias, criar, planejar e projetar, desde uma arte para Instagram, até o desenvolvimento de um banner.

Foi pensando nisso que o jovem marianense, Ryan Rik de 19 anos, criou uma estratégia através do livro “Como se tornar um design de sucesso” para ajudar a orientar jovens iniciantes na profissão, “o meu livro como o próprio nome já diz “Como se tornar um designer de sucesso”, tem o propósito de ajudar designers iniciantes leigos a achar o seu caminho nessa profissão, essa profissão surgiu na metade do século passado e agora está ganhando uma certa ascensão no mercado. Particularmente acho que junto com o marketing digital vão dominar o mercado” afirmou Ryan.

Vindo de origem simples, nascido e criado em Mariana no distrito de Cachoeira do Brumado, Ryan relembra como começou sua jornada no design gráfico, “quando eu comecei a cursar o técnico em Metalurgia na cidade vizinha de Ouro Preto, tive que arrumar um bico para conseguir dinheiro, meu cunhado Gabriel que é entalhador me arrumou um trabalho em seu ateliê, rapidamente me apaixonei pela arte. Eu não posso reclamar, minha família é humilde não tem muitas condições mas sempre tive oportunidade de estudar e nunca passei fome, quando eu tinha 17 anos meu colega de IF Júlio me apresentou o Photoshop, bom, aí foi amor à primeira vista, Photoshop foi uma válvula de escape para que eu não ficasse na rua e consequente não ir pro mau caminho. Meu começo no Design foi um desastre, eu não tinha um computador bom, meus trabalhos não eram de qualidade pois sabia só o básico, quando fiz meus 18 anos comprei um notebook com o suor do meu trabalho e comecei a trabalhar de verdade, comprei cursos, de Photoshop, Corel Draw, Illustrator. Aprendi várias técnicas aumentei a qualidade nos trabalhos e hoje tem arte minha até fora do estado” explicou.

O apoio da família, segundo Ryan foi a parte fundamental para que ele não perdesse o foco, “Minha família sempre acreditou no meu trabalho, minha mãe principalmente, graças a esse incentivo hoje trabalho por conta própria. Sempre quis ser relevante em minha cidade, pode ter certeza que sempre vou fazer meu melhor, até mesmo porque talento é esforço não se trata de dom tive muita disposição não tinha dinheiro para comprar cursos aprendi muito no YouTube, o YouTube é uma ferramenta que leva de alguma forma igualdade para as pessoas, meu livro tá na hotmart e mais pra frente pretendo lançar o meu curso”.

O jovem marianense conta que em breve pretende lançar a 2ª edição, “o livro ainda não é físico, mas logo vou lançar o volume 2 e vou correr atrás de uma Editora pra fazer o livro físico”, finalizou.