Zagueiro Dedé, sofre outra derrota na Justiça do Trabalho em BH

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Pelos motivos expostos, não concedo a tutela requerida”, sustentou o juiz.

O imbróglio na Justiça do Trabalho envolvendo o zagueiro Dedé e o Cruzeiro teve mais um capítulo, no fim da noite desse sábado (23). Às 23h11, o juiz Fábio Gonzaga de Carvalho, da 48ª Vara do Trabalho, publicou sua decisão, indeferindo o pedido de tutela de urgência antecipada, pleiteada pela defesa do defensor. No pedido, o zagueiro solicitou a rescisão indireta de contrato com a Raposa.

.

O magistrado alegou que o jogador deveria ter acionado a 2ª instância e não a 1ª. “Os argumentos trazidos pelo autor na manifestação de tutela antecipada estão sob apreciação da 2ª instância, sendo imperioso que o ocupante do polo ativo apresente suas novas alegações ao órgão competente. Pelos motivos expostos, não concedo a tutela requerida”, sustentou o juiz.

.

A demanda trabalhista teve início em janeiro deste ano, quando Dedé acionou a justiça para cobrar cerca de R$ 35 milhões do clube estrelado. O atleta não atua desde setembro de 2019, quando sofreu lesão no joelho em duelo contra o Corinthians.

.

Recuperando-se fora da Toca, o jogador tenta romper o vínculo contratual que vai até dezembro deste ano. No último pedido formulado à justiça, Dedé assegura estar apto a voltar a jogar.

.

Fonte: https://www.otempo.com.br/superfc/cruzeiro/cruzeiro-x-dede-defensor-sofre-outra-derrota-na-justica-do-trabalho-de-bh-1.2489082