Distrito de Águas Claras agora conta com uma torre de telefonia móvel

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Distrito recebeu uma antena de 40m, dentro de todos os padrões recomendados pela Anatel.

A Prefeitura de Mariana, por meio da Secretaria de Administração, entregou no último dia 15, a torre de telefonia móvel para os moradores do distrito de Águas Claras. Uma ação importante do poder público e aguardada há anos pela comunidade. A obra foi colocada como prioridade nessa gestão e, agora, através dessa ação, a população pode contar com sinal 3G.

O serviço de telefonia é de responsabilidade da iniciativa privada, mas a Prefeitura de Mariana preocupada com o desenvolvimento da região buscou caminhos e meios para que de fato a antena fosse instalada. A primeira vez que o sinal foi colocado o resultado não foi favorável, assim, a prefeitura passou a acompanhar o serviço de perto até atingir o resultado hoje encontrado.

Águas Claras, reconhecido como um distrito ativo e de desenvolvimento acelerado, recebeu uma antena de 40m, dentro de todos os padrões recomendados pela Anatel para instalação de torres telefônicas. O equipamento entrou em funcionamento na semana passada e até o momento não apresentou complicações.

Segundo os moradores da comunidade, a obra está possibilitando ao distrito um acesso para o Brasil e para o mundo. Hoje, a comunicação é essencial e de extrema importância, principalmente em um período pandêmico como o que está sendo vivido, na qual a maioria das pessoas estão em home office, EAD e dependentes do sinal móvel e do aparelho celular. O que Águas Claras vive hoje é um marco que ficará para sempre na história da comunidade.

Seguindo o cronograma, as próximas localidades que serão contempladas com o serviço de telefonia móvel nos próximos meses são: Barroca, Mainart, Campinas e Pedras. Futuramente, também serão implantadas em Paraíso, Goiabeiras, Serra do Carmo, Vargem e o município está estudando a possibilidade de implantação da torre no subdistrito de Constantino.