Ministro do meio ambiente é alvo de operação da Polícia Federal

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

A ação foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF)

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o presidente do Ibama, Eduardo Bim, e o ministério do Meio Ambiente são alvo de buscas da Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (19).

.

A ação foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e tem como objetivo apurar crimes de corrupção e facilitação de contrabando de madeira para os Estados Unidos e para a Europa. As informações são da coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

.

A operação investiga crimes contra a administração pública – corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e, especialmente, facilitação de contrabando – supostamente praticados por agentes públicos e empresários do ramo madeireiro, diz a PF.

.

Cerca de 160 policiais federais cumprem 35 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, em São Paulo e no Pará. No caso de Ricardo Salles, os policiais estiveram em sua casa, em São Paulo, em seu endereço funcional, em Brasília, e no gabinete do ministério que Salles criou no Pará.

.

O ministro Alexandre de Moraes determinou o afastamento de dez servidores públicos que ocupavam cargo de confiança no Ibama e no Ministério do Meio Ambiente, incluindo o presidente do Ibama.

.

O STF também determinou a quebra de sigilos bancário e fiscal do ministro Ricardo Salles e de servidores do Ibama.

.

Fonte: https://www.otempo.com.br/brasil/ricardo-salles-e-alvo-de-operacao-que-investiga-exportacao-ilegal-de-madeira-1.2487163