Transmissão da Covid sobe e atinge nível de alerta pela 1ª vez em maio

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

O ocupação das UTIs também registrou aumento na primeira semana de maio.

A transmissão da Covid-19 em Belo Horizonte registrou um novo aumento no último dia 12, e atingiu o nível de alerta. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), a taxa está em 1, o que indica aceleração da doença na capital.

É a primeira vez no mês de maio que o índice sai da zona verde, de controle, e sobe para a amarela. O atual indicador representa que cada infectado transmite o vírus para mais uma pessoa. 

O boletim epidemiológico ainda revela que, nas últimas 24 horas, houve crescimento na lotação das UTIs específicas para atender os pacientes graves. O percentual que estava em 74,7% na terça-feira saltou para 76,9%. O patamar segue no nível vermelho, de alerta máximo

Já a ocupação das enfermarias reduziu no período, caindo de 57,3% para 56,7% nesta quarta-feira. Hoje, BH tem 7.368 doentes sendo acompanhados por equipes de saúde, seja em isolamento domiciliar ou internação hospitalar. Em 24h, a cidade registrou 27 mortes em decorrência do coronavírus e 1.373 casos. Com isso, desde o início da pandemia, 4.622 óbitos e 189.472 infectados.Com relação à vacinação, o município aplicou a primeira dose em 630.021 moradores. Deste total, 266.754 foram imunizados com as duas doses.