Investidor é acusado de lavagem de dinheiro e falsificação de documentos

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Segundo Polícia Civil de Mariana, Jorge Egito é oficialmente foragido.

No último dia 22 durante a tarde, houve uma grande movimentação na cidade de Mariana com os carros da Polícia Civil. Um dos motivos foi devido ao cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa dos pais do Jorge Egito, local que está o endereço da empresa do empresário, onde foram apreendidos documentos e extratos bancários.

Outro motivo foi que de acordo com informações da Polícia Civil, o inquérito aberto em março, contra o investidor e agora procurado pela polícia, Jorge Moreira do Egito, foi reconhecido pelos crimes de lavagem de dinheiro, falsificação de documentos, estelionato e exercício irregular da profissão.

A Polícia Civil de Minas Gerais relata que desde o início das apurações o autor permaneceu na prática delituosa. Após diversas tentativas de intimação do suspeito, ficou constatado que o local que ele se encontra é incerto, existindo boatos, ainda não confirmados, de que estaria residindo no exterior. Ainda de acordo com a PCMG, devido a continuidade do suspeito nos crimes em apuração, foi representado junto a Justiça local o pedido de prisão preventiva que foi devidamente deferido na terça-feira (20), e desde então o suspeito encontra-se oficialmente foragido.

O procedimento corre sobre sigilo e ainda existem outros pedidos cautelares sob análise da Justiça. Ação se fez necessária em preocupação com as vítimas que sofreram grandes perdas patrimoniais. A Polícia Civil relata que até o momento mais de vinte vítimas compareceram à Delegacia e o prejuízo estimado ultrapassa 15 milhões de reais. Mais informações serão repassadas após a conclusão do inquérito policial.

Procurado por nossa Redação o delegado, Cristiano Castelucci, informou que a Polícia Civil continua realizando buscas para encontrar o paradeiro do foragido e que a cada dia novas vítimas são identificadas através de denúncia “Continuamos fazendo diligências no sentido de encontrá-lo, mas ainda sem sucesso e a cada dia aparece mais uma vítima dele na delegacia” explicou Dr. Cristiano.

A Polícia Civil de Minas Gerais orienta que, caso alguém tenha alguma informação sobre o paradeiro do suspeito denuncie através do canal disque denúncia – 181. A denúncia pode ser feita de forma anônima e sigilosa.