Preto das Cabanas tem dificuldade em criação de CPI Investigativa

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

O líder de governo, vereador Fernando Sampaio, afirmou que não teve acesso às denúncias .

Na reunião de Câmara da última segunda-feira (19), o vereador Preto do Mercado questionou na palavra livre os companheiros de bancada, sobre a assinatura de uma CPI investigativa envolvendo empreiteiras que prestam serviços para o município.

            O vereador afirma possuir em mãos denúncias contra Prefeitura e empreiteiras, que segundo o mesmo, ainda não possui as cinco assinaturas necessárias para criação de CPI. Em sua fala disse ter conhecimento de pressão do executivo à alguns colegas para não assinar, e foi rebatido pela vereadora Sônia Azzi que nega coação.

            Os colegas de bancada alegaram não ter conhecimento de documento e não saber o teor das denúncias. A vereadora Sônia Azzi, em sua fala na palavra livre, explicou que “não foi procurada pelo colega para que pudesse ter conhecimento do que o edil tem em mão”.

            O líder de governo, vereador Fernando Sampaio, afirmou que não teve acesso às denúncias e que acredita que após tiver conhecimento não haverá problema em assinar.