Cantor marianense lança música em plataformas digitais

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

PANDEMIA: Em meio a pandemia, cantor Marcelo Oliveira, investe em plataformas digitais para divulgação de músicas autorais.

Não foi fácil para nenhum segmento passar por este ano atípico e sem dúvidas alguma o ramo musical, assim como o de eventos, foi bastante prejudicado. Com a pandemia do novo coronavírus, ficou expressamente proibido qualquer tipo de contato social bem como aglomerações de pessoas.

Foi preciso se adequar e se reinventar para sobreviver. Lives musicais passaram a ser a mais nova maneira de diversão, para quem assiste e para quem a produz, um trabalho sério de significado ímpar.

A cidade de Mariana é rica em artistas locais e para ilustrar essa matéria conversamos com o cantor Marcelo Oliveira. Marcelo é conhecido por seu estilo musical sertanejo, seu jeito simples e a forma natural como conseguiu lidar com esse momento difícil. Durante o ano de 2020 esteve por diversas vezes no Jornal Ponto Final participando de Lives de entretenimento onde também eram sorteados brindes como forma de incentivo ao distanciamento social. É válido lembrar que todas as suas participações foram feitas de forma gratuitas sempre com a intenção de levar alegria aos telespectadores e seguidores.

Perguntado sobre como a música começou a fazer parte de sua vida, Marcelo explica que paixão surgiu ainda quando criança por influência de seu pai. “A música entrou na minha vida de uma forma muito natural, desde criança, ainda muito pequeno ficava  encantado com o meu pai tocando violão e cantando dentro de casa. Era a melhor hora do dia, eu gostava e queria também fazer igual a ele. De tanto ver meu pai tocar e ele vê que eu tomava gosto por música, ele começou a me incentivar. Meu irmão começou a me ensinar a tocar violão e meu pai a cantar. Me colocava para cantar e tocar na frente dos amigos dele, e com isso percebi que tinha vocação pra música. Na adolescência, comecei a tocar em rodas de amigos e criei uma dupla sertaneja, “Dalison e Marcelo” e começamos a tocar em festas e barzinhos” explicou Marcelo.

Sobre as dificuldades enfrentadas, Marcelo é enfático e atribui à falta de oportunidade como obstáculo principal na carreira de um músico. “A maior dificuldade que um músico/cantor enfrenta é a questão das oportunidades, muita gente não abre espaço para conhecer o nosso trabalho”.

Questionado sobre as dificuldades trazidas pela pandemia o cantor revela que as lives são também uma forma de manter a música viva. “Diante da pandemia, enfrentamos muitas dificuldades pois paramos de nos apresentar pessoalmente, e recorremos as famosas lives pelo YouTube para descontrair a galera, e a nos manter ativos na música. Sentimos muita falta dos show’s e essa foi uma alternativa para matar um pouco da saudade dos palcos e da galera que nos acompanha”.

Marcelo lançou há pouco tempo, em todas as plataformas digitais, a música “Lua de Prata” de sua autoria que já é bastante conhecida na cidade. “Em decorrência da pandemia, temos que está conectados as redes sociais e as plataformas digitais. Sendo que mesmo nesse caos da pandemia, podemos levar nosso som em todos os lugares, e nos dias atuais com essa onda de tecnologia as pessoas estão se habituando a modos mais simples e fáceis de acessar conteúdos. O lançamento da música Lua de Prata nas plataformas é para mim a porta de entrada para essa nova maneira de estar com meus trabalhos mais perto do meu público”.